sexta-feira, dezembro 31, 2004

Depois de casa arrombada… trancas em tudo quanto é sítio!

Um italiano foi acusado de “simular um acto delitivo” pelas autoridades austríacas por ter enviado um sms à mulher a dizer que o avião em que seguia tinha sido alvo de um acto terrorista. O brincalhão enviou a mensagem pouco depois de partir de Sydney, e quando chegou a Viena tinha a polícia à perna.

( http://www.truquesedicas.com/artigos/tecnologia/00489a.php)

Caros conterrâneos, se a moda pega em Portugal, esqueçam sms para os amigos do tipo “Zé, ‘tou em Tel-Aviv a comer umas pitas brutais!”, ou habilitam-se a ter malta do DIAP à espera no aeroporto.

Também convém evitar mensagens que desencadeiem todo o sistema de Protecção Civil, do género “Joca, ´tou na Fonte da Telha a surfar, acabei de apanhar uma onda para aí com 10 metros!”.

CGA