segunda-feira, fevereiro 14, 2005

Nobre Guedes, essa musa inspiradora...

Pronto, lá tenho eu de vir falar da musa inspiradora do Baretti (para quem não sabe, é a versão “alcunha” do Miguel Ângelo Pacheco), mas era inevitável.

É que, depois de ver Nobre Guedes a apelar ao voto nos verdadeiros amigos do ambiente, dou comigo a pensar: Mas afinal o homem corre pelo PP ou pelo Partido Ecologista “Os Verdes”?

Alguém que se assuma nesta campanha, pá!

Já não bastava o Santana não assumir que faz boatos, o Sócrates não assumir que é gay, o Portas não assumir que faz campanhas de esquerda, o Jerónimo não assumir que o Partido está acabado e não é internamente democrata, e o Louçã não assumir absolutamente nada, só me faltava o Nobre Guedes!


CGA