terça-feira, abril 19, 2005

Burgessos da Rapaqueca - Semana XXIV

Faltam 5 jornadas para o Mantorras ser beatificado

É o que eu digo: o velho embirrou que há-de ganhar por um ponto e os jogadores fazem-lhe a vontade! Pronto, agora é que vamos começar a jogar a sério, ó lagartagem!

Ora a malta lá continua a achar que o problema do Glorioso é o Quim não sair da baliza. A diferença é que dantes o pessoal gritava “Oh Quim, sai da baliza e agarra a bola, pá!”, e agora é mais “Oh Quim, sai da baliza e deixa entrar o Moreira!”

O Petit é que acha que não, os adversários é que correm mais porque recebem algum por fora. O que vicia completamente o campeonato, pá.
É que perder jogos porque o árbitro é cegueta ainda vá que não vá, agora ver os adversários correrem mais que os nossos jogadores é um ultraje!

O presidente do Glorioso concordou com o Petit, e disse que é normal acontecerem incentivos destes no futebol.
Consta até que o próprio Benfica pondera dar um suplemento de ordenado ao Nuno Gomes, para ver se o homem corre!


O pessoal anda já com medo da próxima jornada, mas não se preocupem. Não há altura mnais vermelha que o 25 de Abril! Eh!

O que está mais que visto e provado é que o Mantorras é mesmo o D.Sebastião, que voltou para levar o Benfica ao topo.
Muitos ainda não acreditam no fenómeno por causa da coloração de pele do ponta de lança benfiquista, mas há que lembrar que o homem andou por Álcacer-Quibir mais de 400 anos.
É muito bronze.

Ora deixando o bronze e subindo no metal, as investigações do “Apito Dourado” chegaram à conclusão que o Glorioso e o Sporting foram roubados à bruta pelos árbitros a mando do Pinto da Costa, e ambos os clubes ponderam pedir indemnizações.
Ora cá para mim isto não vai dar em nada, porque:
1. É só ver o processo Vale e Azevedo para perceber que aqueles advogados do Benfica não conseguem sacar dinheiro a gatunos;
2. Se o Dias da Cunha vai dizer que o Sporting ganhava alguma coisa sem árbitros, o juiz é bem capaz de internar de vez o velhote;

O Major Valentim é que jurou a pés juntos que nunca prometeu nada ao Jacinto Paixão, e em boa verdade eu acredito piamente no que ele disse.
Cá para mim, quanto muito, o Major disse ao filho para prometer algo a um empresário que prometeu a um fiscal de linha que transmitiu a promessa ao Jacinto Paixão, o que é bem diferente, pá!


Deixo-vos com uma laracha futebolistico-papal:

Porque é que o Papa se vai chamar Bento?
Porque se se chamasse Ricardo, era um papa demasiado aberto.

Eh eh!

inté!