sexta-feira, abril 22, 2005

O conclave do CDS-PP

Telmo Correia, esse antiquário oftalmológico do nível de um Manuel Monteiro ou um Francisco Louçã, teve uma afirmação "à Mourinho", ao dizer na passada semana que havia duas grandes instituições que andavam à procura de um líder: a Igreja e o CDS.

Ora eu acho que, se há partido que não se devia comparar com o Vaticano, esse partido é o CDS-PP, e por três simples razões:

1. O único partido com 117 membros com assento é o PS;

2. A única coisa que se pode comparar à chaminé do Vaticano são os militantes do Bloco de Esquerda;

3. O único partido que preparou a sucessão porque o líder foi desta para melhor foi o PSD de Durão Barroso